Bolsa fecha no maior patamar desde 2010

TV Jurerê
09:30:AM - 02/Sep/2017
Bolsa fecha no maior patamar desde 2010
Veja São Paulo

02/09/2017 | 09h30

O resultado positivo do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre fez a Bolsa de Valores fechar no maior patamar em mais de seis anos. O Ibovespa, principal índice da B3 (novo nome da Bovespa), fechou aos 71.923 pontos. A última vez em que o indicador havia ficado acima desse nível foi em 5 de novembro de 2010, quando marcou 72.606 pontos no fechamento do pregão.

Um outro indicador que apontou o otimismo do mercado com o resultado do PIB foi o risco Brasil. O CDS (Credit Default Swap, uma espécie de seguro contra calotes) brasileiro de cinco anos recuou 1,12% ontem e fechou aos 193 pontos-base, o menor nível registrado desde que Michel Temer assumiu a presidência. O dólar, por sua vez, terminou o dia em baixa de 0,13%, cotado a R$ 3,1451.

Os dados positivos do mercado financeiro são uma reação direta aos números do PIB, que vieram acima das expectativas do mercado. “A grande mensagem do PIB é que chegou a primavera depois de um longo inverno. A recessão acabou e o futuro é promissor. A recuperação está se generalizando na economia, como mostram os dados de varejo, confiança, de mercado de trabalho, por exemplo”, disse o economista-chefe para América Latina do BNP Paribas, Marcelo Carvalho.

Para Alessandra Ribeiro, sócia da Tendências Consultoria, o resultado do PIB do segundo trimestre reforça a perspectiva de que a reação da economia deverá ganhar tração nos próximos meses. “Estamos vendo os reflexos do reequilíbrio macroeconômico.”

Informações: jornal O Estado de S. Paulo.